Como trazer seu pet para a Irlanda

Olá pessoal,

Aqui vai mais um post de extrema importância para quem tem pets e deseja trazer para a Irlanda.

Se a sua família é como a minha que tem bichinhos, este post vai ajudar a clarear o “nebuloso” processo de imigrar com pets. Todos acham que essa é uma missão quase impossível, quando na realidade, é só questão de seguir o processo corretamente e feito, seu bichinho estará com você mesmo que seja na Irlanda! Nem pensar em deixá-lo para trás, a família tem que estar completa onde quer que estejamos neste mundão! 🙂

Como falei num post anterior, tivemos 1 mês e meio para nos mudar para a Irlanda e infelizmente, este prazo não era suficiente para cumprir com todos os trâmites exigidos para o embarque dos cats. Por isso, eles ficaram hospedados nos meus pais até que pudemos finalmente trazê-los para junto de nós novamente. Chegaram em março, dois meses após a nossa vinda.

Portanto, a primeira dica que vai é: Pensa em ir pra Europa? Comece os trâmites burocráticos e fitossanitários assim que possível. Desta forma, você evita estressar os animais por deixá-los com alguém por muito tempo, assim como aconteceu comigo. Para se ter uma ideia, o prazo mínimo que leva para concluir tudo é de 3 meses, o que é bastante, mas a parte boa é que não há quarentena no destino, ou seja, eles chegam na Irlanda e já vão direto para casa, diferentemente de alguns outros países.

Vamos lá, por onde começar? O post será meio técnico, pois acho importante detalhar as etapas e evitar retrabalho. 🙂

Mesmo dando os caminhos das pedras, indico sempre consultar o site do país de destino e do Ministério da Agricultura no Brasil para ter certeza que nada mudou, pois os processos podem sofrer alterações de tempos em tempos. Então aqui vão os links para os órgãos competentes de cada país (Irlanda e Brasil):

 

Agora que você já tem as referências, vou contar como fiz na prática com meus dois gatinhos lindinhos da foto, o Polenta (laranjinha) e a Brigitte (branquinha). Sim, você leu certo, é O Polenta, ele é macho! rsrs

1. Microchipagem

Este é o primeiro passo, caso você ainda não o tenha feito. Todos os animais na Irlanda devem estar microchipados independente de terem vindo do exterior ou não. Na minha opinião, todos os animais domésticos deveriam ter microchip, inclusive no Brasil. Imagina como facilitaria no caso de bichinhos desaparecidos. É só resgatar e levar a um veterinário que será possível ler todos os dados e então devolvê-lo ao dono. Evitaria assim, tanta criança triste e doente por animais desaparecidos. Então, já faça isso no seu bichinho independente da data de embarque. Guarde o certificado de microchipagem com a numeração pois ele será requerido para documentação de embarque do pet.

2. Vacinação Antirrábica

Se seu animal já tem a vacina, está na validade e você tem a carteira de vacinação, ótimo, você pode pular este passo. Porém, se você não tiver a carteira, é necessário ir atrás deste documento para comprovar a vacinação. Caso não tenha vacinado seus bichinos, hora de fazer isso! Guarde a carteira de vacinação, pois ela será requerida.

3. Sorologia

Este passo somente é possível se o bichinho tiver cumprido o passo 2 e  com no mínimo 30 dias de intervalo. Isto é, você vacina o animal, aguarda 1 mês e então faz a coleta da sorologia, isto tudo no veterinário. Assim que houver a coleta, você deve levá-la junto a um documento emitido e assinado* pelo veterinário até o Centro de Zoonoses no endereço abaixo para que sejam realizados os testes. Eles enviarão um boleto via e-mail e após pagamento e testes concluídos, eles disponibilizarão o resultado que pode ser retirado na própria Zoonoses ou enviado por correios se você preferir sem custo extra. Eu escolhi esta opção por facilidade.

Laboratório de Zoonoses e Doenças Transmitidas por Vetores do Centro de Controle de Zoonoses de São Paulo

Rua Santa Eulália nº 86 – Santana – [email protected]

*Se o documento não estiver assinado e carimbado pelo veterinário, eles não irão aceitar e é viagem perdida, aconteceu comigo! 🙁

Importante, somente é permitido o embarque do animal 90 dias após a data da coleta da sorologia. Por isso, do prazo mínimo de 3 meses para o processo, como comentei acima.

4. Decisão de contratação de serviço de embarque de animais

Antes de seguir ao próximo passo, sugiro tomar a decisão se você prefere embarcar o animal por conta, apresentando as documentações no aeroporto, tratando com Ministério da Agricultura, Vigiagro, fazendo o despacho aduaneiro, reserva de espaço no avião, etc ou se prefere pagar uma empresa especializada para fazer isso por você. Eu optei por contratar uma empresa e fiquei muito satisfeita. Numa mudança, você já tem mil coisas para resolver, se puder terceirizar esta preocupação, muito melhor né? E sinceramente, achei o preço do serviço super justo, vale a pena. Contate algumas empresas e peça orçamentos para ter ideia de valores. Na minha análise, o que pesa no bolso é o vôo e de qualquer forma você terá que pagar, seja através da empresa ou não.

No meu caso, a empresa contratada prestou os seguintes serviços: reserva do espaço na aeronave, retirada os animais na casa da minha mãe para levá-los ao aeroporto, liberação e despacho dos animais, emissão do CVI – Certificado Veterinário Internacional e acompanhamento da documentação do próximo passo junto ao veterinário para cumprimento de prazos. Mais um vez digo: Vale a pena!

5. Atestado de Saúde e tratamentos contra doenças infectocontagiosas e parasitárias

Bom, agora sim vamos ao pŕoximo passo. Importante: Só o faça quando já tiver agendado a data de embarque para garantir que este processo esteja válido até lá,

Nesta última etapa, você deverá levar o seu animal ao veterinário, aplicar os tratamentos contra pulgas e carrapatos, e adicionalmente, no caso de cães, aplicar o tratamento contra o parasita Echinococcus multilocularis. Logo o veterinário deverá emitir o atestado de saúde, conforme modelo oficial do Vigiagro para emissão do CVI.

Pronto, seu animal está pronto para viajar! Com toda a documentação em mãos, agora seu animal está pronto para partir, lembrando que deverá ter cumprido os 90 dias da data da sorologia.

Bom, como o post é enorme e talvez você esteja meio assustado e perdido, vai um resumo da ópera:

Você começa microchipando seu animal, vacina contra raiva, espera 30 dias para coleta da sorologia, leva a sorologia para os testes, recebe o resultado (via correios se preferir), contrata empresa (ou não) e faz a reserva do vôo; trata o animal contra parasitas e doenças infectocontagiosas; emite o atestado de saúde, emite do CVI pelo Ministério; junta a documentação e embarca, porém somente 90 dias após a sorologia.

Depois de tudo isso, lá estará seu bichinho amado no aeroporto te aguardando para te encher de carinho. A empresa que receberá o animal aqui na Irlanda, irá te notificar do embarque e te explicar o que é necessário para a retirada do animal e onde isso aconterá. Em geral é: documento com foto e pagamento da taxa de liberação no escritório da empresa na área de cargas do aeroporto.

Espero ter ajudado, mas caso ainda está com dúvidas? Deixe sua pergunta aqui embaixo que tentarei esclarecer o mais breve possível.

Desejo um bom vôo para seus bichinhos e muitas felicidades para toda a família na Irlanda!!!

Beijos!

Não perca mais nenhum post!

Assine nosso blog e receba novos posts diretamente em seu email.

17 Replies to “Como trazer seu pet para a Irlanda”

  1. Minha preocupação é durante a viagem, por ser muito longa, se eles recebem alimento e água? E as necessidades fisiológicas? Eles tomam um calmante p dormir durante a viagem? Pois imagina o nervoso ali por tantas horas… como foi com seus gatinhos? O meu é comiläo e nao esta nada acostumado a nem mesmo viagens curtas…

    1. Maria Helena says: Responder

      Olá Sheyla,

      Na própria caixinha do animal, fica a fraldinha pra ele fazer as necessidades, um potinho de comida (que você manda junto) e um de agua. Ele nao passara fome nem sede.
      Na conexão eles repõem, cuidam, super cuidadosos. Pelo menos a Lufthansa foi com os meus e só ouço coisas positivas deles.
      Qnd a dar remédio, isso não. Eles vem acordados. Nao se deve dar nada a eles.
      Os meus chegaram levemente assustados, porque gatos já são assustados por natureza, mas chegaram super bem e assim que ouviram minha voz já reagiram normal.

      No geral, eles não comem mto durante a viagem, ficam mais quietinhos, receosos. Mas nao se preocupe, nada de não acontecerá com eles durante a viagem. As cias. Aéreas cuidam bem. 🙂

      Abs

  2. Oi Maria Helena, acabei de ler todo seu blog rsrs.
    E pra levar o cachorro junto com você no voo, precisa fazer essa parte que a empresa faria caso ele viajasse sozinho?

    1. Maria Helena says: Responder

      Olá Fernanda, espero que o blog esteja te ajudando! rsrs
      A Irlanda não permitia animais entrando em vôos comerciais, somente em vôos de carga. Se nada mudou, você não poderia trazer o cachorrinho com você. Mas caso seja permitido, ainda assim, você precisa de todo o processo fitossanitário, vacinas, etc. Nada muda.
      Uma coisa que muita gente faz é viajar com o animal na cabina no vôo normal até a França e da França vir de ferry boat que aí sim você pode e aparentemente sai mais barato. Vale a pena verificar.

      Abs

  3. Olá, qual foi o custo da contratação por empresa? E qual a empresa q voce contratou?

    1. Maria Helena says: Responder

      Olá Patricia, tudo bem?
      Infelizmente não lembro os custos do transporte somente. Lembro que gastei em tudo, incluindo vacinas, testes, caixas de transporte, frete etc uns quase R$ 6.000,00.
      A empresa que usei foi a Point Cargo e recomendo. Foram muito cuidadosos e atenciosos.
      Abs

  4. Oi! Adorei o post, está me ajudando muito! Você sabe dizer se caso o bichinho já tenha vacinação em dia, a carteira de vacinação certinha, precisa vacinar novamente após a colocação do microchip? Obrigada!!

    1. Maria Helena says: Responder

      Olá Giovanna, se o bichinho tem vacinação de raiva dentro de 1 ano, pelo que me recordo, não é necessário revacinar. 🙂
      Abs

    2. VIVIAN HELENA says: Responder

      Oi, Maria Helena ! Bom dia! Esse valor de R$ 6000,00 você gasto com os 2 gatos ou 6000,00 pra cada?

      1. Maria Helena says: Responder

        Bom dia Heraldo,

        Para os 2 gatos. At.

  5. Olá Maria, seu post está sendo super útil. Você sabe nos dias de hoje em 2019, se o Laboratório de Zoonoses ainda estão fazendo a sorologia?.
    Bjs Klelya.
    Obrigada pela atenção desde já.

    1. Maria Helena says: Responder

      Olha, acredito que sim. É o procedimento. A nao ser que mudaram o processo. Dá uma checada no site deles. Entendo que somente eles fazem, inclusive.

  6. Janaína Araújo Silva Andrade says: Responder

    Olá Maria Helena, eu encontrei sua postagem e foi excelente bem explicada, obrigada por compartilhar. Agora estamos com dificuldade de alugar lugar na Irlanda que aceita pets. Isso é uma realidade? É complicado? Se puder me dizer algo a respeito.

    1. Maria Helena says: Responder

      Olá Janaína, infelizmente é realidade. Como tem mta gente procurando casa, os proprietários dão preferência para os “sem animais”.

      Minha dica é, no primeiro contato não fale sobre o assunto, depois da visita, aí vc explica sua situação.

      At.

  7. VIVIAN HELENA says: Responder

    Oi Maria Helena, não sei se tem post sobre o assunto, mas estou bem Confusa sobre idade escolar, tenho 3 meninos, 1 de 3 anos que aqui nao estuda aqui no brasil, um de 11 anos que está no 5º ano e um de 12 que está no 7º ano… Consegue me dar uma luz sobre isso?

    1. Maria Helena says: Responder

      Olá Vivian,

      Não tenho post sobre isso, infelizmente. Mas tenho um sobre creche (http://familianairlanda.com/2018/01/31/creche-irlanda-como-funciona/). No seu caso, todos os seus filhos tem direito a escola pública.
      O menorzinho, tem direito a ir ao Montessori por 3 horas por dia e os maiores já vão para o colégio normal (horário em torno de 8h às 14h/15h). Lembrando que o ano letivo se inicia em setembro e normalmente é nesta época que eles podem começar.
      Se quiser mais detalhes, tem um link do governo que explica mais sobre o assunto: https://www.citizensinformation.ie/en/education/the_irish_education_system/overview_of_the_irish_education_system.html

      Espero ter ajudado. Abs

  8. Gabriela M. says: Responder

    Muito obrigada pelo post ! Me ajudou muito, sem via sites com informaçoes pela metade , passos meio confusos … me salvou.

Deixe uma resposta